Mobilidade da Coluna Torácica

A coluna torácica é um elemento crucial das suas costas. Muitas vezes, é a causa de reclamações de muitos atletas e frequentadores de academias. Neste artigo, vamos nos aprofundar no que é a coluna torácica, como ela funciona e como melhorar sua mobilidade.  

O que é a coluna torácica?

Quando se trata de mobilidade, geralmente nos concentramos na coluna lombar, pois ela é necessária para muitos movimentos diferentes, mas a coluna torácica costuma ser um pouco negligenciada. 

Em nossa coluna, temos 4 segmentos diferentes: a coluna cervical, a coluna torácica abaixo dela, a parte inferior das costas e, na parte inferior, o sacro. A coluna torácica é a porção média da coluna vertebral e consiste em 12 vértebras. Ele está localizado na parte superior das costas e é responsável por sustentar o tronco e proteger os órgãos vitais do tórax, como o coração e os pulmões. 

Essa região tem origem na base do pescoço. Ele desce em direção à área onde as costelas estão localizadas. A coluna torácica possui uma curva cifótica natural, que permite maior estabilidade e flexibilidade, e suas vértebras possuem articulações específicas que permitem o movimento das costelas durante a respiração. 

A coluna torácica é relativamente imóvel em comparação com as regiões cervical e lombar, mas ainda desempenha um papel importante em movimentos como flexão, torção e alcance. Pelo lado positivo, essa área da coluna é estável e considerada relativamente rígida. Entre as pessoas com lesões na coluna vertebral, é menos comum ver a coluna torácica afetada em vez das outras regiões. No entanto, isso não significa que você não deva trabalhar sua mobilidade torácica. 

Seja em dias de treino ou durante o seu recuperação, o trabalho de mobilidade deve fazer parte da sua rotina. 

Por que a Mobilidade na Coluna Torácica é importante?

A mobilidade torácica é importante por vários motivos:

Postura: A coluna torácica desempenha um papel significativo na manutenção de uma boa postura. A coluna torácica tem uma curva cifótica natural, que ajuda a manter uma postura ereta e equilibrada. Quando a coluna torácica fica rígida ou imóvel, ela pode levar a uma postura arredondada para a frente, o que pode aumentar a tensão no pescoço, região lombar e outras articulações. Isso pode levar a dor crônica, dores de cabeça e outros sintomas relacionados.

Respirando: a coluna torácica está conectada à caixa torácica, que é essencial para a respiração. Quando a coluna torácica é móvel, ela permite que a caixa torácica se mova livremente, expandindo e contraindo conforme necessário durante a respiração. Isso permite a expansão pulmonar máxima e a ingestão ideal de oxigênio. O problema é que rigidez ou imobilidade na coluna torácica pode restringir a respiração e levar à diminuição da capacidade pulmonar. Aumentar sua mobilidade torácica também pode melhorar seu desempenho aeróbico. 

Alívio da dor: a falta de mobilidade na coluna torácica pode causar dor e desconforto na parte superior das costas, pescoço e outras áreas do corpo. Isso pode ocorrer devido a movimentos compensatórios ou aumento da tensão em outras articulações. Melhorar a mobilidade torácica pode ajudar a aliviar essa dor, reduzindo os movimentos compensatórios e restaurando um sistema musculoesquelético equilibrado e saudável.

Melhor desempenho atlético: A mobilidade torácica é necessária para padrões de movimento eficientes e melhor desempenho atlético. Os atletas requerem uma certa quantidade de mobilidade torácica para realizar movimentos como torcer, alcançar e dobrar. A falta de mobilidade pode levar a movimentos compensatórios, o que pode aumentar o risco de lesões. Melhorar a mobilidade torácica pode ajudar a melhorar o desempenho atlético e reduzir o risco de lesões.

Saúde geral: A mobilidade torácica é importante para a saúde geral da coluna vertebral e para a manutenção de um sistema músculo-esquelético equilibrado e saudável. A falta de mobilidade na coluna torácica pode levar a movimentos compensatórios, dor e diminuição da função. Melhorar a mobilidade torácica pode ajudar a melhorar a postura, a respiração e o bem-estar geral. Pense nisso: o corpo sempre funciona como uma entidade – se uma parte não está funcionando corretamente ou não tem a mobilidade que deveria, isso tem consequências em todo o resto do corpo. 

Como você obtém mobilidade na coluna torácica?

Agora que sabemos por que a mobilidade na coluna torácica é tão importante, precisamos descobrir como conseguir isso. 

Devido à rigidez da coluna torácica, pode parecer um processo difícil promover a mobilidade nessa área. A boa notícia é que a coluna torácica pode ser treinada para se tornar mais móvel – e isso pode contribuir para sua flexibilidade geral. 

Claro, pode ser um incômodo fazer trabalho de mobilidade em sua coluna todos os dias, mas lembre-se de que a mobilidade adequada na coluna torácica pode ajudar a promover uma melhor flexão, movimento e torções na parte superior do corpo. Facilita as tarefas diárias, como trabalhar no jardim ou entrar no carro. Como mencionado acima, a mobilidade adequada na coluna torácica também promove uma melhor postura, o que pode gerar mais benefícios a longo prazo. 

Uma das melhores maneiras de melhorar a mobilidade da coluna torácica é com uma série de exercícios que visam os músculos da região. Você pode olhar para diferentes aplicativos ou cursos para ver quais exercícios são bons para esse tipo de mobilidade, mas aqui estão os mais importantes resumidos:

Exercícios de Mobilidade da Coluna T

Muitos exercícios podem ajudar a melhorar a mobilidade da coluna T. Comece devagar se você é novo nesses exercícios e aumente gradualmente a intensidade e a duração de suas sessões de exercícios. 

Alongamento

Exercícios suaves de alongamento podem ajudar a aumentar a mobilidade na coluna torácica. O truque aqui é encontrar alongamentos que realmente atinjam a parte torácica da coluna. Aqui estão alguns exemplos: 

alongamento vaca-gato: Comece em suas mãos e joelhos. Ao inspirar, arqueie as costas e olhe para o teto. Ao expirar, arredonde as costas e coloque o queixo no peito. Repita este movimento várias vezes, movendo-se suave e lentamente.

rotações torácicas: Deite-se de costas com os joelhos dobrados e os pés apoiados no chão. Cruze os braços sobre o peito e gire lentamente a parte superior do corpo para um lado, mantendo a parte inferior do corpo imóvel. Segure o alongamento por alguns segundos e repita do outro lado.

Curvas laterais: Fique em pé com os pés afastados na largura dos ombros e as mãos nos quadris. Incline-se lentamente para um lado, mantendo os pés parados, e mantenha o alongamento por alguns segundos. Repita do outro lado.

Corrediças de parede: Fique em pé com as costas contra a parede, com os pés afastados na largura do quadril. Deslize os braços para cima e para baixo na parede, mantendo as costas contra a parede. Este exercício pode ajudar a melhorar a mobilidade torácica e fortalecer os músculos da parte superior das costas.

É importante alongar-se suavemente e não forçar demais. Segure cada alongamento por cerca de 30 segundos e repita várias vezes. O alongamento regular pode ajudar a melhorar a mobilidade torácica ao longo do tempo. Não espere resultados imediatamente, quando se trata de mobilidade, você terá que trabalhar continuamente ao longo do tempo para ver os resultados. 

Reforço

Os exercícios de fortalecimento podem ajudar a melhorar a estabilidade torácica, o que pode melhorar a mobilidade. Aqui estão alguns exercícios que podem ajudá-lo mais com isso: 

flexões escapulares: comece em uma posição de flexão, mas mantenha as mãos próximas ao corpo e concentre-se em mover as omoplatas juntas enquanto abaixa e levanta o corpo. Este exercício pode ajudar a fortalecer os músculos da parte superior das costas, melhorando a estabilidade e a mobilidade da coluna torácica.

cão-pássaro: comece apoiado nas mãos e nos joelhos, com as mãos sob os ombros e os joelhos sob os quadris. Estenda um braço e a perna oposta, mantendo os dois retos. Segure por alguns segundos, depois retorne à posição inicial e repita com o outro braço e perna. Este exercício pode ajudar a melhorar a estabilidade torácica e fortalecer os músculos da parte superior das costas e do núcleo.

remadas com halteres: Fique em pé com os pés afastados na largura do quadril e segure um haltere em cada mão. Incline-se para a frente nos quadris, mantendo as costas retas e deixe os pesos pendurados. Puxe os pesos para os lados, mantendo os cotovelos próximos ao corpo. Repita por várias repetições. Este exercício pode ajudar a fortalecer os músculos da parte superior das costas e melhorar a mobilidade torácica.

É importante começar com pesos mais leves e focar na forma adequada. Aumente gradualmente o peso à medida que fica mais forte. Isso ajudará você a aumentar a força e a massa muscular ao longo do tempo. 

Rolamento de espuma

O rolamento de espuma pode ser uma maneira eficaz de melhorar a mobilidade torácica. Veja como funciona:

Posição: Deite-se de costas com um rolo de espuma sob a parte superior das costas, posicionado perpendicularmente à coluna. Coloque as mãos atrás da cabeça ou cruzadas sobre o peito.

Movimento: Usando seus braços, pernas e núcleo, role lentamente para frente e para trás sobre o rolo de espuma, concentrando-se na parte superior das costas e na coluna torácica. Pare em qualquer ponto sensível e segure por 20 a 30 segundos antes de continuar.

Benefícios: O rolamento de espuma ajuda a liberar a tensão muscular e melhorar a mobilidade na coluna torácica. Ao aplicar pressão nos músculos tensos, o rolamento de espuma pode ajudar a aumentar o fluxo sanguíneo e diminuir a rigidez muscular, levando a uma melhor mobilidade.

É importante rolar a espuma suavemente e não aplicar muita pressão. Se sentir qualquer dor ou desconforto, pare o rolo de espuma e consulte um profissional de saúde. 

Certifique-se de não aplicar pressão diretamente na coluna com um pequeno rolo, como uma bola. Isso pode potencialmente machucar suas vértebras. O rolamento de espuma regular pode ser uma adição útil a um programa de mobilidade torácica, mas deve ser feito em conjunto com outras técnicas, como exercícios de alongamento e fortalecimento. 

Quiropraxia

Os ajustes quiropráticos podem ajudar a melhorar a mobilidade e aliviar a dor na coluna torácica.

Normalmente, uma visita ao quiroprático será mais ou menos assim:

Avaliação: um quiroprático avaliará sua coluna torácica, incluindo sua postura, amplitude de movimento e quaisquer áreas de dor ou desconforto. Eles também podem usar imagens de diagnóstico, como raios-X ou ressonância magnética, para entender melhor o problema.

Tratamento: com base na avaliação, um quiroprático elaborará um plano de tratamento específico para suas necessidades. Isso pode incluir ajustes da coluna vertebral, terapia manual e exercícios para ajudar a melhorar a mobilidade e reduzir a dor na coluna torácica.

Ajustes: os ajustes da coluna vertebral são uma técnica quiroprática comum usada para melhorar a mobilidade torácica. Um quiroprático usa as mãos para aplicar força controlada na articulação afetada, ajudando a restaurar o alinhamento adequado e melhorar a mobilidade.

Benefícios: A quiropraxia pode ajudar a melhorar a mobilidade na coluna torácica, abordando qualquer desalinhamento, reduzindo a dor e a inflamação e melhorando a função dos músculos e tecidos circundantes.

Fisioterapia

A fisioterapia pode ajudar a abordar quaisquer condições subjacentes que contribuam para a diminuição da mobilidade na coluna torácica. Os fisioterapeutas também podem fornecer exercícios e alongamentos específicos para melhorar a mobilidade.

Por que tenho imobilidade da coluna torácica?

Existem várias razões pelas quais alguém pode experimentar imobilidade torácica. Aqui estão alguns deles:

Postura pobre: Ficar sentado por períodos prolongados, principalmente com má postura, pode levar a uma diminuição da mobilidade torácica.

Falta de atividade física: A inatividade pode levar a rigidez e diminuição da mobilidade na coluna torácica.

Trauma: Uma lesão traumática, como um acidente de carro ou queda, pode causar danos à coluna e levar à diminuição da mobilidade.

Condições Degenerativas: condições degenerativas, como artrite, estenose espinhal ou osteoporose, podem levar à diminuição da mobilidade da coluna torácica.

Condições de Dor Crônica: condições de dor crônica, como fibromialgia ou síndrome de fadiga crônica, podem levar à diminuição da mobilidade e dor na coluna torácica.

Desequilíbrios musculares: Má postura, falta de exercício e movimentos repetitivos podem levar a desequilíbrios musculares, o que pode contribuir para a diminuição da mobilidade torácica.

Gravidez: A gravidez também pode levar à imobilidade da coluna torácica, além de carregar constantemente o recém-nascido após o nascimento. 

Se sua coluna torácica não é tão móvel quanto você gostaria, você não está sozinho. Muitas pessoas acham que têm mobilidade muito limitada na coluna torácica. Pelo lado positivo, entender o que causa a má mobilidade na coluna torácica pode ajudá-lo a evitar esses problemas e melhorar. 

Conclusão 

Trabalhar em sua coluna torácica não precisa ser uma questão complicada. Claro, as informações, especialmente on-line, podem ser um pouco esmagadoras às vezes, mas uma vez que você entende por que a mobilidade é tão importante e quais exercícios você pode fazer para melhorá-la, você está no caminho certo. 

Apenas alguns minutos de trabalho de mobilidade por dia podem compensar enormemente em termos de como você se sente e se move ao longo de sua vida diária. Às vezes, uma parte do corpo à qual nem sempre prestamos muita atenção pode melhorar sua qualidade de vida em muito. 

Então, o que você está esperando?

+ postagens

O Dr. Ahmed Zayed é bacharel em medicina pela Universidade de Alexandria e é um cirurgião plástico praticante. Ele é nosso especialista em nutrição, medicina, reabilitação e flexibilidade. O Dr. Ahmed é redator de conteúdo médico há mais de 11 anos e seu trabalho chegou às principais publicações, como o HuffingtonPost

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *